sábado, 29 de abril de 2017

INDICANDO - COM TODO AMOR DO MUNDO - MONALIZA NUNES

E aí pessoal, como vocês estão? Bem, já avisando que sou nova aqui e essa é minha primeira postagem, eu espero que vocês gostem, pois estou amando fazer parte do blog do Guinho.

Bem, hoje vamos falar de um livro que mexeu muito comigo, que é o “Com Todo Amor Do Mundo”, da autora Monaliza Nunes, que foi publicado em 2016 pela Editora Coerência.



O livro é bem diferente do que eu esperava, pois ao ler a sinopse, achei que era sobre algo, quando na verdade foi outra totalmente diferente. A diagramação dele é muito bonita e diferente, pois o livro possui páginas como se fossem de cartas mesmo, sem contar que a capa é muito linda, resumindo, o livro todo é muito bem feito e a editora está de parabéns com esse trabalho impecável.

Ao ler, conhecemos a história de Elizabeth, ela que perdeu seu amor, escreve cartas para o mesmo, mesmo sabendo que nunca terá resposta. Mas é lendo as cartas, que percebemos que a vida de Liz não vai ser um mar de rosas como o esperado, eu li o livro num momento em que eu estava bastante triste, minha vida estava meio sem rumo, e em algumas partes, me identifiquei bastante com ela, pois vemos através das palavras de Liz o quanto ela busca um rumo em sua vida, busca seu lugar no mundo. Tenho certeza que em muitos momentos, várias pessoas iriam se identificar com ela, o modo como Monaliza escreve, passa o sentimento para o leitor, e principalmente se você está se sentindo igual Elizabeth naquele momento, você vai ver como as palavras são poderosas.

“Era engraçado. Quando tudo parecia estar dando certo, eu continuava me sentindo sem rumo.”

A autora faz críticas muito bem construídas aos seres humanos e aos vários problemas da sociedade, ela conseguiu escrever um livro que abrange tanto conteúdo em poucas páginas, eu sinceramente gostaria que o livro fosse um pouco mais grosso, pois queria ler uma pouco mais, mas isso já é opinião minha.
O livro trata também de perdas, perdas de pessoas que dão tanto sentido a vida da personagem que é impossível não sentir a dor com ela, é sinceramente um livro muito bom, a leitura é rápida e fluida, no entanto, eu achei bem sofrida, pois sofri junto e me vi com Liz algumas vezes, em várias para falar a verdade.
Monaliza com apenas 15 anos conseguiu retratar a vida de muitas pessoas por aí com esse livro, portanto, espero que vocês procurem saber mais sobre o livro, garanto que não irão se arrepender da leitura.

“ Eu sabia que aquela felicidade em algum momento chegaria ao fim, mas naquele momento ela ainda estava lá e eu ainda podia aproveitá-la ao máximo.”




É isso pessoal, espero que eu tenha passado um pouquinho da essência da história para vocês, me perdoem por algum erro ou outra coisa, mas lembrem, é meu primeiro post, pretendo melhorar bastante ao decorrer do tempo. 
Um grande beijo estalado na bochecha de vocês, e não se esqueçam de seguir o blog. <3

Por Mariany Peixoto

terça-feira, 25 de abril de 2017

[TAG] 08 COISAS!!!

Olá visualizadores e visualizadoras!
Tudo bem com vocês?
Quanto tempo, hein? :@

Bom, como era de se esperar, vamos as explicações!!! hehehehehe
Eu sumi um pouquinho, por que, como sabem, estava finalizando meu livro "Pequena Ajuda", mas hoje, graças a Deus, o finalizei. Então agora estou livre para postar conteúdo para os meus queridos seguidores que me visualizam. S2

"O que teremos hoje, Guinho?", por estar de bom humor as perguntas estão liberadas tá? hahaha 
Teremos uma coisa que  vocês amam: TAG. 
"Como é essa TAG?", morreram de saudade? Mais uma pergunta? hehehehe
Bom, antes de responder, queria agradecer a Gisleide Dercoli do Blog Violeta Literária (vou deixar o link dela no final para a seguirem também) por ter postado e me dado o conteúdo de hoje. 
Essa TAG é muito simples! É como se fosse uma pequena entrevista. Então nesta postagen vocês conhecerão mais um pouquinho de mim. Preparados? Vamos lá!


8 Coisas para fazer antes de MORRER!!

1- Ir no show do U2

2- Ter uma Editora\Produtora de Filmes e uma fábrica de chocolates

3- Visitar a Itália, Portugal e Inglaterra (praticamente os estúdios da BBC onde a série Doctor Who é rodada)

4- Ser pai de uma menina.

5- Tocar um instrumento musical mesmo que a minha coordenação motora não permita.

6- Ter uma estante repleta de livros na minha sala e um cinema dentro da minha casa.

7- Escrever um roteiro para filme ou novela.

8- Pular de paraquedas, mesmo com medo de altura. hahahaha

8 Coisas que AMO!

1- Deus

2- Meus pais

3- Meus amigos

4- Escrever

5- Rir

6- Ajudar pessoas

7- Livros

8- Filmes



8 Coisas que ODEIO/ NÃO GOSTO!!

1- Imposição

2- Falta de Respeito

3- Brigas

4- Mentira

5- Jiló e verduras ou legumes de difícil mastigação.

6- Coisas salgadas com nomes doces como: pipoca-doce, arroz-doce...

7- Me acordar subitamente.

8- Pessoas que não me deixam ultrapassar na calçada quando eu estou com pressa.


8 Coisas que FALO!!

1- Que fofa!

2- Eu te amo.

3- Bonequinha.

4- Olá pessoas.

5- Bora lá. (peguei da minha melhor amiga)

6- Mãe!!!

7- Hoje eu vou ter um dia incrível. Falarei com pessoas boas e pessoas boas falarão comigo. (Frase do dia)

8- Obrigado Deus! (principalmente nas orações)


08 COISAS MAKES/ ACESSÓRIOS/ ROUPAS QUE NÃO VIVO SEM:

1- Óculos escuros

2- Óculos para ler

3- Camiseta

4- Jeans

5- Tênis

6- Perfume

7- Relógio

8- Um anel escrito Jesus! ^^


8 OBJETOS QUE NÃO VIVO SEM:

1- Livros

2- Celular

3- Notebook

4- Papel

5- Caneta

6- Agenda

7- Cadernos

8- Fones


8 FILMES/ SÉRIES/LIVROS/ JOGOS QUE AMO!!!

1- À Procura da Felicidade – chorei bastante com esse filme!

2- Doctor Who! – Amo esta série.

3- Debaixo das Minhas Asas – Kate Willians (o único livro que chorei na vida)

4- Sempre gostei dos Winning Eleven e PES da vida, mas um jogo que eu amei jogar foi Mad Max 3. (Super violento! Por isso quem for menor de idade não recomendo! Kkkk)

5- Supernatural! (Até a 5ª Temporada)

6- ‘Eu, a Patroa e as Crianças’ e ‘Todo Mundo Odeia o Chris’ – séries que me fazem rir e se emocionar ao mesmo tempo.

7- Hitch – Conselheiro Amoroso (você não dá nada para esse filme, mas a ‘vibe’ dele é ótima!)

8- A triologia Poderoso Chefão! Para mim, a melhor de todos os tempos. 


BLOGS OU CANAIS INDICADOS PRA RESPONDER A TAG... (se quiserem)

Canal Mundo das Leituras
Canal Evelyn Trovão
Canal e Blog Floretizas
Blog Caderno da Lua
Canal e Blog Corujas da Biblioteca
Blog Fabulônica
Blog Pétalas de Liberdade
Canal e Blog CupCakes, Livros & Moda

Link do blog onde achei esta TAG: https://violetaliteraria.blogspot.com.br

quinta-feira, 20 de abril de 2017

AVALIANDO COISAS - DOCTOR WHO: O PRISIONEIRO DOS DALEKS - TREVOR BAXENDALE

Doctor Who: O prisioneiro dos Daleks
Trevor Baxendale
2015

SINOPSE: Uma aventura inédita do Décimo Doutor, interpretado na tevê por David Tennant.
O Império Dalek não para de se expandir, e batalhas eclodem em vários sistemas solares. Quando o futuro da galáxia está em jogo, o Doutor se vê a bordo de uma nave próxima à linha de frente, junto a um implacável grupo de caçadores de recompensas.
O Comando da Terra paga a eles por cada Dalek morto, por cada olho entregue como prova. Mas, com a ajuda do Doutor, os caçadores conseguem algo de valor inestimável: um Dalek inteiro, vivo, com os sistemas desarmados e pronto para ser interrogado. No entanto, com os Daleks nada é o que parece e ninguém está a salvo. Quando o jogo virar, como o Doutor sobreviverá ao se tornar prisioneiro de seu maior inimigo?
OPINIÃO: Antes de começar a resenhar o livro em questão, queria dar uma pequena introdução: já citei aqui bem brevemente sobre ‘Doctor Who’ que, além de ser a minha série favorita, eu levo a mensagem de amizade que ela passa para a minha vida. Comecei a vê-la em meados do ano de 2014 nas noites da TV Cultura, zapeando os canais e acabei me apaixonando. Tudo graças à homogeneidade de gêneros, apesar de ser classificada como Sci-fi, a excentricidade do personagem que dá título ao programa e suas aventuras com as companheiras pelas galáxias. Por isso, acho que este livro é um verdadeiro ‘fan-service’ para aqueles que amam Doctor Who.
Entretanto como este blog é universal, o avaliarei como faço com os outros aqui.
Para você que é fã, vai se sentir assistindo a um episódio da série por que existem elementos que caracterizam isso: a TARDIS enviando o Doutor para uma enrascada, humanos aparecendo do nada, os Daleks evocando EXTERMINAR sem parar! ... enfim coisas que só a narrativa televisiva mostra. Além das citar os Daleks – principais inimigos do Doutor e antagonistas deste livro – e das antigas companheiras do 10ª Doutor: Martha Jones e Donna Noble.
Mas para você que não tem afeição pela série, a história vai parecer um pouco amarrada e sem sentido nenhum. Outra coisa que ajuda nisso, são as palavras vistas somente no universo da ficção-científica como: ‘fenda temporal’, ‘Hurala’, ‘sônica’ e outras que são incompreensíveis até para quem vê a série.
Os personagens do livro são clichês no âmbito do Sci-fi: humanos frágeis ou mártires e alienígenas inteligentes ou ferozes. Confesso que os considerados ‘humanos’ não me instigaram por sua imprevisibilidade, já os alienígenas – que também eram humanoides na história – mostraram mais mudanças psicológicas durante o andamento da narrativa. Koral, inicialmente descrita apenas como uma mulher-fera, mostrou o lado mais humano conforme o caos ia se desenvolvendo no enredo e o Doutor, de acordo com a cena, mudava seus sentimentos repentinamente fazendo o leitor imaginar e até se surpreender com as falas ou atitudes que esta personagem tomava. Como comentário de fã, elogio à forma como o décimo Doutor – interpretado por David Tennant na série televisiva – foi descrito! Enfim, como avaliação final, eu digo: funciona como ‘fan-service’, mas como livro não instiga e é cansativo.         

NOTA: 8,5


domingo, 16 de abril de 2017

NOVIDADE!!!!!

Visualizadores e Visualizadoras.
Feliz Páscoa!!!!

Além de desejar a vocês isso isso, passei aqui rapidinho para anunciar uma grande novidade. Este singelo blog tem uma nova colaboradora: Mariany Peixoto. Para quem quiser conhecê-la melhor, no fim desta postagem vou colocar uma biografia e uma foto da moça.
Com a vinda dela, algumas coisas mudarão aqui. Em primeiro lugar: o "AS FACES DO GUERREIRO DA PAZ" terá mais conteúdos no mês. Então, o tempo das postagens se encurtará. hahahaha Além das minhas sessões que vocês estão acostumados, teremos as da Mary, por isso não se assustem se a forma mudar tá? hehehehe
Outra coisa e quero que, por favor, PRESTEM ATENÇÃO, no que vou escrever agora, desde a criação deste blog, eu sou adepto a não fazer parcerias com autores, pois aqui só realizo divulgações para ajudar a Literatura Nacional. Mas com a chegada da Mary e seus parceiros, estarei abrindo uma exceção, então qual autor quiser fazer parceria com o Blog pode falar com ela, tá bom? :)
Sem mais delongas, vamos conhecer a nova colaboradora deste Blog. Com vocês, Mariany Peixoto!
Seja bem-vinda Mary! <3


Mariany Peixoto, 19 anos, nasceu em Itumbiara, no interior de Goiás. Desde pequena sempre se interessou pela leitura, foi com Harry Potter que ela se encantou de verdade pelos livros sem gravura. Atualmente, ela embarcou no universo dos nacionais, e parece não conseguir sair mais.

Link para contato
Facebook: facebook.com\mariany.peixoto.5
Instagram: @evil4ngel_

sexta-feira, 14 de abril de 2017

ENTREVISTANDO - SORAYA ABUCHAIM

Visualizadores e Visualizadoras.
E aí? Como vocês estão, hein?
Primeiramente Feliz Páscoa!!
Comendo muito ovo de chocolate aí? Me manda um aí, poxa! hahahaha

Mesmo com a minha falta de tempo já citada aqui em outras postagens, eu tinha que repetir um dos estrondosos sucessos do mês passado, tanto que foi a segunda postagem de maior visualização deste singelo blog, então, brothers e sisters, hoje teremos mais um ENTREVISTANDO.

Apesar do feriado ser santo e imaculado, nossa entrevistada de hoje é a rainha da trevosidade. Antes que vocês comecem a hatear, vou explicar: ela não tem pacto com o tinhoso não, tá? hahaha Ela é chamada assim por que seus livros de terror psicológico sempre tem algum personagem morrendo. Então não mexam com ela, senão você virará personagem e morrerá! :@ Brincadeira, ela sempre trata bem todos os seus admiradores trevosos. Mas, além de ser essa discípula de Stephen King, - grande mestre do terror - ela é uma grande mãe e maravilhosa esposa. Hoje no ENTREVISTANDO a autora, que está com um livro para ser lançado no mês que vem: A VILA DOS PECADOS esperem mais mortes, hein? SORAYA ABUCHAIM!!! Aplausos!!! :)

     
Nome do autor (a) – Soraya Abuchaim

Data de Nascimento – 23 de agosto de 1983

Natural de – São Paulo

Uma paixão – Livros

Comida preferida – Hambúrguer

Um dia que não esquece – Quando a Elis nasceu

Uma viagem que não sai da sua cabeça – Quando fui para o nordeste com meu marido, que era namorado na época.

Um lugar que sonha ir – Rússia

Uma cor que ama – Preto (mas não sou gótica nem nada do gênero)

Um filme inesquecível – E o vento levou...

Um filme que você se arrependeu de pagar o ingresso – Titanic (sei que é velho, mas da minha época hahaha)

Uma música que sempre canta – Black, do Pearl Jam.

O que te fez criar começar a escrever? – Amar Stephen King

Um sonho que ainda não realizou – Ser uma escritora famosa hahahahaha

Autores (as) que te inspiram – Stephen King, Gillian Flynn, Elizabeth Haynes, Raphael Montes.

Um livro que ama – O morro dos ventos uivantes

Uma frase que leva sempre pra vida – “Isso também vai passar”

Um elogio ou uma atitude de um leitor que te deixou mais emocionada (o) – São muitos os leitores que me emocionaram desde que comecei a escrever, seria injusto citar apenas um aqui.

Quando não está escrevendo gosta de fazer o quê? – Ficar com a Elis e com o marido, dormir, ler, comer, jogar baralho, vídeo game, ir na academia.

Como você desenvolve seus personagens? Eles tem um pouco de você? – Alguns até carregam um pouco de mim, mas a maioria acabo desenvolvendo conforme o livro vai ganhando contexto.

Um recado para quem gosta e acompanha seu trabalho. – Eu sempre digo e repito: não sou nada sem os meus leitores. Minha eterna gratidão a cada um de vocês.

Agradeço demais sua atenção comigo e com os meus visualizadores, Soraya! 
Sucesso mil para você! 

Links para contato
Facebook: sorayaabuchaimescritora
Instgram: @soraya_abuchaim

segunda-feira, 10 de abril de 2017

MENSAGEM - A SEMENTE DA MÁGOA

Olá visualizadores e visualizadoras.
Tudo bem com vocês?

Antes de começar, gostaria primeiramente explicar o motivo de algumas postagens anteriores estarem um pouco sem inspiração. Desde o começo do mês de abril, venho organizando a segunda edição do Litera Abril - tem convite aqui -, junto a isso, estou finalizando o meu livro Pequena Ajuda que, modéstia à parte, está ficando bom e continuando o Desafio Literário - tem postagem aqui. ^^ Então o curto tempo não me deixa ser mais criativo para produzir boas coisas para vocês. Por isso, peço desculpas. Vocês me perdoam? :)

Agora, vamos ao que interessa né?
Hoje falaremos sério...
"Mas Guinho, em plena segunda-feira, falar sério?", já estão reclamando, poxa! :@
Sim, meus queridos, a conversa é séria por que falaremos de um dos sentimentos mais ruins de todos: a mágoa.
"Por que falaremos da mágoa, Guinho?", vocês estão falantes hoje, hein? hahaha

A mágoa, para mim, é como se fosse uma sementinha ruim que brota no nosso coração e com isso, nasce a árvore do ódio. Tanto que se você estiver sentindo mágoa neste momento, atente as palavras a seguir.
Tem momentos na vida que você confia plenamente em uma pessoa, faz das tripas e coração por ela, tanto que, erroneamente, sofre nas vezes que a tristeza a assola. Quem nunca fez isso, né?
Mas, daí que tudo muda por uma atitude ou uma palavra que ao SEU ver é errada, coisas que talvez a pessoa precisasse fazer ou falar, mas tu acaba sendo tão egoísta que não lembra daquele sentimento que TODOS seres humanos deveriam pregar: a empatia pelo próximo.
Então, aquela semente que citei anteriormente começa a crescer dentro do seu, agora, sombrio coração e com isso, alguns efeitos colaterais surgem. Primeiro aparecem a cegueira e a surdez, não uma física mas uma de saber discernir e entender opiniões, pois para a pessoa infectada pela mágoa, os olhos e os ouvidos só veem e escutam o que ela quer. Também não podemos esquecer da demência mental, por que neste momento, a mente - um dos maiores vilões do ser humano - instaura em ti um medo de se decepcionar novamente, por isso a insegurança bate e a desconfiança de outras pessoas começa a surgir.
Se identificou com o que acabei de escrever, né? Agora vamos ao que deve-se fazer numa situação dessas, mas lembrando: já passei e vou passar por tudo isso aí, então não sou melhor que você, ok? ^^

Como somos seres humanos totalmente imperfeitos e suscetíveis a falhas, nunca tenha expectativa boa ou ruim por ninguém. Seguindo esta regra, você sofrerá menos diante de uma decepção. Mas se ela acontecer ao seu ver, primeiro, respire mediante a raiva ou tristeza. Depois de mais calmo, tente entender a pessoa e ver o motivo de ela ter feito ou falado algo. Entretanto, se a situação for grave, não sofra! Não deixe a sementinha da mágoa crescer e se tornar uma árvore do ódio. Apenas espere que a vida faça o seu papel, pois uma coisa mal-resolvida, um dia, vem à tona,





quinta-feira, 6 de abril de 2017

QUERO TER...

Anjos e Demônios
(Dan Brown)
Ano: 2004 / Páginas: 464
Editora: Sextante
Gênero: Literatura Estrangeira / Aventura / Suspense e Mistério / História / Ficção / Línguas Estrangeiras / Religião e Espiritualidade / Romance policial


Sinopse: Antes de decifrar ´O Código Da Vinci´, Robert Langdon, o famoso professor de simbologia de Harvard, vive sua primeira aventura em Anjos e Demônios, quando tenta impedir que uma antiga sociedade secreta destrua a Cidade do Vaticano. Às vésperas do conclave que vai eleger o novo Papa, Langdon É CHAMADO ÀS pressas para analisar um misterioso símbolo marcado a fogo no peito de um físico assassinado em um grande centro de pesquisas na Suíça. Ele descobre indícios de algo inimaginável: a assinatura macabra no corpo da vítima - um ambigrama que pode ser lido tanto de cabeça para cima quanto de cabeça para baixo - é dos Illuminati, uma poderosa fraternidade considerada extinta há quatrocentos anos. A antiga sociedade ressurgiu disposta a levar a cabo a lendária vingança contra a Igreja Católica, seu inimigo MAIS odiado. De posse de uma nova arma devastadora, roubada do centro de pesquisas, ela ameaça explodir a Cidade do Vaticano e matar os quatro cardeais mais cotados para a sucessão papal. Correndo contra o tempo, Langdon voa para Roma junto com Vittoria Vetra, uma bela cientista italiana. Numa caçada frenética por criptas, igrejas e catedrais, os dois desvendam enigmas e seguem uma trilha que pode levar ao covil dos Illuminati - um refúgio secreto onde está a única esperança de salvação da Igreja nesta guerra entre ciência e religião. Em Anjos e Demônios, Dan Brown demonstra novamente sua extraordinária habilidade de entremear suspense com fascinantes informações sobre ciência, religião e história da arte, despertando a curiosidade dos leitores para os significados ocultos deixados em monumentos e documentos históricos.

As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu
(Mitch Albom)
Ano: 2004 / Páginas: 190
Editora: Sextante
Gênero: Ficção /Religião e Espiritualidade

Sinopse: Com o mesmo estilo sensível e profundo de A Última Grande Lição, Mitch Albom nos presenteia, após seis anos de espera, com uma comovente fábula que nos faz refletir sobre o verdadeiro significado de nossa existência.
As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu conta a história de Eddie, mecânico de um parque de diversões que morre no dia de seu aniversário de 83 anos tentando salvar uma garotinha. Imerso numa rotina de trabalho e solidão, ele passou a vida se considerando um fracassado. Ao acordar no céu, encontra cinco personagens inesperados que lhe mostram como ele foi importante.
Este livro foi escrito para cada um de nós, pois freqüentemente nos sentimos frustrados e inúteis – assim como Eddie – por não termos realizado nossos sonhos. Ele nos faz lembrar que vivemos numa ampla teia de ligações e que temos o poder de mudar o destino dos outros com um pequeno gesto, e nos faz descobrir a importância da lealdade e do amor em nossas vidas.

Azar o seu!
(Carol Sabar)
Ano: 2007 / Páginas: 399
Editora: Suma de Letras
Gênero: Ficção / Romance

Sinopse: Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem EMPREGO, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo...
O MOTORISTA sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor!
Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga...

 Dez Leis Para Ser Feliz - Ferramentas para se apaixonar pela vida
(Augusto Cury)
Ano: 2003 / Páginas: 128
Editora: Sextante
Gênero: Auto-Ajuda

Sinopse: Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, perdas e frustrações. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.Dez Leis para Ser Feliz oferece ferramentas essenciais para quem quer encontrar esperança na dor, força no medo e amor nos desencontros. Ser feliz é uma conquista e não obra do acaso.

Ele não é isso
(Rodrigo Moreira)
Ano: 2016 / Páginas: 268
Editora: Arwen
Gênero: Horror / Drama / Terror / Suspense e Mistério

Sinopse: Em pleno marco zero de São Paulo e escondida entre as paredes do edifício Nazareth, uma história, que antes fora de amor, vai se tornar sofrimento, tortura e medo. Em uma noite tranquila, Matias e sua esposa, Felícia, grávida de 6 meses, são atacados por um cão. Para ele, havia sido apenas um susto. Para ela, uma dolorida, mas curável, ferida na perna. No entanto, a ignorante certeza de que tudo acabará bem, desprezando a necessidade de cuidados médicos, causará sérias consequências. O que tal negligência ocasionará às vidas dessa família? Que destino um simples acidente revelará para o mundo? Matias, enclausurado em seu apartamento com seu filho, Júnior, viverá momentos tenebrosos e sombrios que mudarão para sempre a sua história e das pessoas à sua volta. Um pai, um filho e um destino amedrontador.

Uma história de terror, drama? Quem sabe! Pode-se dizer que este é, apenas, um relato sobre um ser que, há muito tempo, deixou de viver, mesmo que a função fisiológica denominada respirar diga o contrário.

Graham - O Continente Lemúria
(A. Wood)
Ano: 2014 / Páginas: 210
Editora: Editora Selo Jovem
Gênero: Ficção / Suspense e Mistério

Sinopse: “Essas criaturas malditas existem. São tão reais quanto qualquer pessoa. Elas existem, estão entre nós, e eu odeio todas elas. Quero vê-las mortas, torturadas, dizimadas. Estou aqui apenas para isso. Aniquilá-las uma por uma.”

Peter Graham é um caçador de vampiros, mas não foi sempre assim. Antes era um rapaz homossexual que enfrentava as dificuldades de uma sociedade dividida entre a aceitação, o respeito e a repugnância à sua condição. Tinha amigos, amores, preocupações e medos como qualquer jovem, mas tudo isso ficou no passado. O novo Peter é frio e destemido a conseguir seu objetivo: aniquilar o maior número de vampiros possível. No entanto, tudo sofre uma reviravolta quando se vê obrigado a realizar uma missão à Família de vampiros que procura há muito tempo: caçar e matar um lobisomem. O que Peter não esperava era se apaixonar por ele e acabar por descobrir um segredo muito antigo que pode ajudá-lo em sua busca...

Jesus, o Maior Psicólogo Que Já Existiu
(Mark W. Baker)
Ano: 2009 / Páginas: 160
Editora: Sextante
Gênero: Religião / Autoajuda

Sinopse: "Jesus, O MAIOR PSICÓLOGO Que Já Existiu" faz uma abordagem original da relação entre ciência e religião, ligando os principais ensinamentos de Jesus às descobertas recentes da psicologia.
Com base em sua experiência como terapeuta e no seu profundo conhecimento da Bíblia, Mark Baker demonstra por que a mensagem de Cristo é perfeitamente compatível com os princípios da psicologia: ela contém a chave da saúde emocional, do bem-estar e do crescimento pessoal.
Em uma linguagem simples e cativante, ele mostra que, seja qual for a nossa crença religiosa ou filosofia de vida, todos podemos nos beneficiar da sabedoria daquele que, como diz o autor, foi o maior psicólogo de todos os tempos.
Organizado em dezenas de lições concisas, este livro é uma coleção de valiosos exemplos práticos sobre como essa sabedoria comprovada pelo tempo PODE NOS AJUDAR a resolver os problemas do cotidiano, a repensar atitudes e a praticar o perdão, a solidariedade e a lealdade, valorizando nossas vidas e nossos relacionamentos com mais amizade e amor.

Não Leve a Vida Tão a Sério - Pequenas mudanças para você se livrar de grandes problemas
(Hugh Prather)
Ano: 2003 / Páginas: 160
Editora: Sextante
Gênero: Autoajuda

Sinopse: A vida não precisa ser tão complicada quanto insistimos em torná-la. A simples decisão de não se agarrar aos problemas pode melhorar - e muito - nossas vidas. É isso o que Hugh Prather nos mostra, com humor e clareza, neste livro. Ele escreve sobre as dificuldades do dia-a-dia e nos dá ferramentas para contorná-las, mudando o que há de mais importante na vida: nossa atitude mental e a forma de reagir aos inevitáveis contratempos. Seus ensinamentos são baseados em histórias reais que nos deixam com a sensação de já ter passado por aquela situação ou testemunhado algo parecido. Você aprenderá soluções práticas para dar um basta às preocupações e ao medo, e se libertar de tudo aquilo que impede sua felicidade.

O Monge e O Executivo - Uma História Sobre a Essência da Liderança 
(James C. Hunter)
Ano: 2004 / Páginas: 127
Editora: Sextante
Gênero: Administração / Autoajuda

Sinopse: Você está convidado a se juntar a um grupo que, durante uma semana, vai estudar com um dos maiores especialistas em liderança dos Estados Unidos.
Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes.
Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, ideias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros.
É impossível ler este livro sem sair transformado. "O Monge e o Executivo" é, sobretudo, uma lição sobre como se tornar uma pessoa melhor.

Uma Vida Sem Limites
(Nicholas James Vujicic)
Ano: 2011 / Páginas: 264
Editora: Novo Conceito
Gênero: Autoajuda\Biografia

Sinopse: “Por muito tempo me perguntei se haveria no mundo alguém como eu, e se haveria outro propósito para a minha vida além de dor e humilhação.” Nascido sem os braços e sem as pernas, Nick Vujicic superou sua deficiência para viver uma vida plena e cheia de realizações, tornando-se um exemplo para todas as pessoas que buscam a verdadeira felicidade. Hoje, um palestrante motivacional internacionalmente conhecido, Nick divulga sua mensagem central: o objetivo mais importante para qualquer pessoa é encontrar seu propósito na vida, a despeito de quaisquer dificuldades que apareçam pelo caminho. Nick conta a história de sua deficiência física e da batalha emocional que travou para conviver com isso na infância, adolescência e vida adulta. Compartilha com o leitor a força de sua fé e explica que, depois que encontrou seu senso de propósito – inspirar as pessoas a melhorar sua vida e o mundo –, achou confiança para construir uma vida produtiva e sem limites. Nick encoraja o leitor mostrando como aprendeu a aceitar o imponderável e se concentrar em suas habilidades possíveis.

sábado, 1 de abril de 2017

CONVITE - LITERA ABRIL 2017

Olá visualizadores e visualizadoras.
Tudo bem com vocês?

Hoje tem convite? Sim! (Aplausos) hahahaha
Neste primeiro dia do mês de abril - e não é mentira hehehe - começa a segunda edição do evento que eu criei e organizo junto a 4 pessoas - Katerine Grinaldi, Hugo Silva, Ingryd Novaes e Vitória Zavattieri -  o LITERA ABRIL. O evento consiste principalmente em divulgar a Literatura Nacional.
Além da interação nos finais de semana que os autores fazem com os leitores, este ano teremos um Hangout falando sobre divulgação - com a participação deste que vos escreve -, sorteios, dias divulgação de blogueiros, Booktubers e autores e muita diversão. ^^
Se você é um desses aí que citei e quer se divertir com a gente, clica no link que eu vou deixar aqui embaixo e compareça ao evento! :)
Que comece o LITERA ABRIL 2017

Link: https://www.facebook.com/events/1860552230884010/