sábado, 26 de setembro de 2015

AVALIANDO COISAS - O LADO BOM DA VIDA (LIVRO)

O LADO BOM DA VIDA
Matthew Quick
2008

SINOPSE: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos trinta anos, narra sua recém-saída de uma instituição psiquiátrica em Maryland. Convencido pelo médico e as enfermeiras do ‘lugar ruim’ que passou apenas alguns meses lá, ele não se lembra de qual foi o motivo que o fez ir para lá. Sabe apenas que Nikki, sua esposa, quis que ficassem uns “tempo separados”. Tentando recompor sua memória, agora repleta de lapsos, Pat começa a montar o filme de sua nova vida, mesmo que a realidade não seja tão promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, apenas quando os Eagles – time de futebol americano do mesmo – vencem; sua esposa negando revê-lo veemente; sua mãe e amigos escondendo coisas e evitando comentar o que aconteceu antes da internação. Pat, agora viciado em constantes exercícios físicos feitos na academia do porão e intermináveis, está tentando, com a ajuda de Tiffany – a moça que o segue nas corridas, e Cliff – seu terapeuta indiano, a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher. Abominando pessoas negativas, pois acredita em finais felizes e no lado bom da vida.
OPINIÃO: O livro tem uma premissa ótima, porém, para os mesmos que assistiram ao filme de 2012 antes, a comparação de início entre os dois é inevitável em alguns capítulos. Embora não afete em nada a continuação da leitura, pois com o passar das páginas, a história se torna instigante. Isso também vale para aqueles que não têm gosto por ler, pois os capítulos são pequenos. Alguns com descrições de cartas e um têm curtos resumos, como num filme, de momentos do narrador-personagem – ideia metafórica muito criativa do escritor. O vocabulário é de fácil entendimento, por este motivo, não a necessidade do dicionário. Os personagens, até os nãos orais, como Tiffany, são muito bem desenvolvidos de acordo com o enredo. E, mesmo com pouca descrição, os cenários fazem o leitor imaginar onde Pat e outros personagens estão. Até a constante inclusão do futebol americano, esporte não praticado no Brasil, nada afeta no gosto de quem lê o livro. A única ressalva são os parágrafos enormes, finalizados ou não, por ponto-e-vírgulas, isso dificulta a compreensão de alguns parágrafos.      

NOTA: 9,5

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

ERA PRA SER ONTEM...

Ontem era para ser o dia do lançamento do meu primeiro livro LAÇOS DE CASAMENTO. Mas por um enorme imprevisto - uma chuva torrencial que alastrou São Paulo no último feriado e causou alguns estragos - esse sonho teve que ser adiado por um momento.
Admito que quando recebi esta notícia fiquei um pouco abalado, graças a enorme empolgação que sentia no momento. Tanto que nem consegui pensar em nada, não mudei o horário, nem avisei vocês, caros amigos que acompanham minha luta diária por um reconhecimento. Graças a DEUS, tenho pessoas especiais na minha família que fizeram isso por mim. Pensando em vocês, resolvi escrever este esclarecimento hoje, mas sem gravar um vídeo, como fiz da última vez, pois sei ¨falar¨ melhor graficamente e queria mostrar o que senti com toda essa situação momentânea.
Depois de pensar um pouco, vendo pelo lado bom, percebi que esse imprevisto foi bom para mim. Por que a nova data - 23\09 - fica próximo da comemoração dos meus 14 anos de carreira literária, completados no dia vinte e oito desse mês. Além disso, a empolgação de antes, culpa do meu emocional intenso, ficou mais racional. E, também, pessoas que disseram não poderem ir na data anterior, por causa de trabalho, etc; estarão nesse novo dia.
Falando nisso, agradeço a todos pelos comentários e curtidas do último vídeo que postei no Facebook, eles me fizeram perceber o quanto vocês estão torcendo por essa minha conquista. Confesso que me emocionei e admito que não esperava. Agradeço também as pessoas que, mesmo não podendo ir, por causa da distância, aceitaram o convite mandado por mim, pois isso mostra que mesmo de longe estão torcendo por mim. Agradeço também aos amigos de meus parentes que aceitaram ir, mesmo eu não os conhecendo. Por fim, agradeço (é coisa de escritor agradecer bastante, não liguem rs) ao carinho de todos comigo! Sempre disse que o LAÇOS DE CASAMENTO foi escrito pensando em vocês!
Última coisa: gostaria de pedir desculpas a quem foi ao local do evento e não me encontrou lá. Confesso que me senti muito constrangido quando soube disso, por isso peço que continue acreditando em mim! :)
Por este motivo, o convite ainda está de pé! Dia 23, na FACULDADE DEHONIANA, a partir das 19 horas, eu junto a outros autores, lançarei o tão esperado LAÇOS DE CASAMENTO. Abaixo tem o convite com endereço e tudo certinho para quem não souber. Espero vocês lá! Obrigado! :)



quinta-feira, 3 de setembro de 2015

PARA UMA PESSOA ESPECIAL!

Existem pessoas que aparecem na nossa vida do nada para marcar. Há alguns meses atrás isso aconteceu comigo. Foi bom? Sim, foi ótimo. Por que essa pessoa é especial demais, pois, com sua simpatia e carinho, me ajudou a enfrentar a tristeza que passava na época, mesmo sem saber disso. Não convém dizer o nome dela, pois deixaria-a constrangida. Mas quero agradece-la por aparecer na minha vida e fazer tudo isso. Por este motivo, a muito tempo atrás, escrevi um pequeno pensamento. Espero que a essa PESSOA ESPECIAL leia, se não ler, almejo que vocês, meus caros amigos do blog, apreciem,

Olhei pro céu e vi você. A estrela mais bonita e brilhante que tinha lá. Por isso, tentei pega-lá. Entretanto quanto mais tentava, mais você se afastava se tornando impossível pra mim. Então... acordei. Você é um sonho pra mim!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

SESSÃO NOVOS TALENTOS - JULIANA FIGUEIREDO

ENCONTRO

Tinha tudo pra dar certo
Mas a distancia está ali para complicar.
Suas declarações eram tantas
E ainda mais a vontade de se encontrar.
Um namoro virtual não é bom,
Seu coração pode se despedaçar

Mas esse amor estava só no começo,
A saudade ainda vai machucar
E machucara bastante este casal,
E como me ariscarei a falar:
Saudade sempre ira machucar e doer
Mas sempre haverá musicas para acalmar

E assim eles foram vivendo, e vivendo...
Das lembranças, músicas, filmes
e, claro, dos livros que liam.
Amor geek e sem chão sob os pés
Espera! Essa historia ainda não acabou!
Ainda vai acontecer muitas coisas a eles.

Ele se encantou pelas fotos dela,
Mais ainda ao ver seus cabelos ao vento.
Enquanto ela ia ao seu encontro,
Da área de embarque do aeroporto,
Até seu abraço apertado
E os beijos não podiam faltar, de fato.

Seus dias foram só diversão,
O que mais faziam era passear.
Eles não se desgrudavam,
Ficavam juntos para aproveitar
O tempo que nem viam passar,
Ambos tinham a quem amar.

Mas ela teve que voltar
E a distancia também voltou.
E depois, esse casal que se ama tanto,
Com o namoro acabou.
Voltaram com suas rotinas,
Mas esse amor que sentiam, nunca acabou.

Anos depois eles se reencontraram
De um jeito tão inesperado.
Eles estavam solteiros, disponíveis.
Marcaram para ficar conversando
E nunca mais se separaram.

Hoje, ela é sua esposa e ele seu marido.