segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Saudades!

Tia, eu queria dizer que neste momento sinto saudades de tudo mesmo!
Saudade de quando assistíamos aos jogos do Corinthians e quando eu podia xingar o juiz e aos jogadores que jogavam mal.
Saudade de quando você me xingava por uma besteira que eu fazia. Até me sentia mal no começo e ficava com raiva de você, mas depois de uma semana, eu esquecia e voltava para a sua casa.
Saudade dos beijos e abraços que você me dava, eu não gostava muito, mas nunca os recusava.
Saudade de quando você dizia que estava ficando bonito, mesmo eu me sentia o homem mais feio do mundo.
Saudade dos seus conselhos duros, que a maioria eu não os escutava, mas eles mostravam que você gostava de mim.
Saudade das brincadeiras que fazíamos com os nossos parentes, falando mal deles.
Saudades das brigas que você me contava que tinha, mas de uma forma humorada.
Saudade de estar com você, quando o meu mundo desmoronava e você sempre me aconselhava, mesmo eu não falando nada.
Por fim, saudades de você tia Maria Benedita de Gouvêa!
Vá em paz!!!
Eu te amo!